TAG – Minhas 5 Séries Favoritas (Por: Pâmella)

Todos os colaboradores do site Eu Fã se dispuseram a fazer a TAG #Minhas5SeriesFavoritas , desta forma, além de apresentar os nossos gostos, vocês também receberão dicas. Vai que nossas sugestões te fazem conhecer uma série nova, não é mesmo?
Então, vamos lá, meu nome é Pâmella Avelar e os gêneros favoritos das minhas séries do coração são: drama, ficção e fantasia. Foi difícil escolher apenas cinco, mas desafio dado é desafio cumprido.

 

LEIA TAMBÉM:

TAG – Minhas 5 Séries Favoritas (Por: Felipe Amaral)

TAG – Minhas 5 Séries Favoritas (Por: Marco Antônio)

TAG – Minhas 5 Séries Favoritas (Por: Thaís Torres)

 

5 – PRISON BREAK


Em quinto lugar eu escolhi a série Prison Break que retrata a determinação de Michael Scofield (Wentworth Miller), um engenheiro com uma mente brilhante, que larga tudo a fim de livrar o seu irmão Lincoln (Dominic Purcell) da cadeia, condenado à cadeira elétrica, devido a um assassinato que ele alega que não cometeu (Vamos deixar assim, porque eu não vou dar spoilers).

A série foi exibida pela Fox entre 2005 e 2009, aborda os gêneros de ação e drama. Depois de um vácuo de oito anos, em 2017, a série retornou para a emissora, trazendo a sua 5ª temporada. Eu, sinceramente, só gosto da série até a quarta temporada. Em minha opinião, acredito que não deveriam ressuscitar a série depois de já tê-la finalizado.
Indico essa série para quem gosta de ação e estratégia.

 

4 – DEUSES AMERICANOS


E se os deuses antigos fossem para os Estados Unidos? Como iriam se manter relevantes? É desta premissa que parte American Gods (Deuses Americanos), série da Starz, exibida no Brasil pela Amazon Prime.
Neil Gaiman é um dos meus autores preferidos, e a adaptação de Deuses Americanos para série não deixou a desejar. E logo se tornou uma das minhas séries favoritas. Acredito que a Starz conseguiu fazer um brilhante trabalho. Fazendo com que o conjunto da obra fique impecável (roteiro, direção, elenco, trilha sonora e fotografia).
Para quem não conhece, ainda dá tempo de acompanhar, a série está em sua primeira temporada, e a sequência já foi confirmada para 2018.
Indico essa série para quem gosta de séries inteligentes, repletas de críticas sociais ; além de mitologias, principalmente a nórdica.

 

3- BREAKING BAD


Quando eu penso em personagem complexo, logo me vem Walter White na cabeça. Vince Gilligan, criador de Breaking Bad, conseguiu criar o anti-herói o qual nós amamos. White vive uma vida dupla, no qual o pacato homem de meia idade, casado, que não foi muito valorizado em sua carreira, cheio de dívidas e ainda por cima que descobre que tem câncer de pulmão e pouco tempo de vida, acima de qualquer suspeita se transforma em Heisenberg, um traficante internacional, criador da mais pura metanfetamina azul, e que possui muitos inimigos .

Durante a série vemos essa transformação. Mostra quem ele é de verdade, que por dentro da caracterização de bom homem que só quer fazer com que a família tenha condições de sobreviver depois que ele se for, encontra-se a sua verdadeira essência.

Para mim não é só porque o protagonista é bem construído que a série é boa, mas também pelo fato de todos os elementos fundamentais serem bem realizados.

Indico essa série para quem gosta de drama e roteiros inovadores.

 

2 – GAME OF THRONES

Conheço as Crônicas de Gelo e Fogo bem antes de se transformar em série. A HBO começou fazendo um brilhante trabalho ao adaptar a obra, mas confesso que principalmente nessas últimas temporadas, para mim não brilharam tanto assim. Mas devido ao carinho que tenho pelo universo que Martin criou e os tempos de glória que me faziam ficar bem apreensiva quando eu assistia, Game of Thrones continua sendo uma das minhas séries favoritas. Acompanho fielmente, mas com menos brilho nos olhos como fora em outrora. E sim, quero logo o Sexto Livro.

Indico essa série para quem gosta de fantasia, guerra política, ação e show de efeitos especiais.

 

1 – BLACK MIRROR

Por que Black Mirror é minha série favorita atualmente? Como roteirista, eu adoro histórias que me surpreendem e que desafiam o meu intelecto, e Black Mirror faz isso. A série apresenta críticas sociais inseridas em um contexto tecnológico. Seus episódios são independentes, tendo elencos e temas próprios que nos fara refletir sobre nossa realidade.
Indico essa série para quem gosta de tecnologia, reflexão, roteiros inovadores e crítica social.

Esse é meu top 5 de séries. Se você acompanha alguma dessas ou quer me indicar uma série, escreva aí nos comentários.

 

 

Pâmella

Curiosa demais, não é à toa que virou jornalista. Ama livros, filmes, séries e sabe que “o inverno está chegando”.

Pâmella

Curiosa demais, não é à toa que virou jornalista. Ama livros, filmes, séries e sabe que “o inverno está chegando”.