Sherlock Holmes: o detetive mais famoso do mundo

Sherlock Holmes é o personagem fictício que superou o seu criador, o escritor Sir Arthur Conan Doyle. Portanto, o personagem é confundindo muitas com uma pessoa de carne e osso. O imaginário Sherlock Holmes é a ficção mais famosa em todos os continentes, superando, até mesmo, os outros dois de maior renome universal: Robinson Crusoé e Dom Quixote. Esse detetive da literatura britânica é caracterizado pela sua lógica dedutiva e seus métodos científicos.

Com mais de um século de existência (o detetive completará 129 anos, em 2016), a criação de Conan Doyle rendeu 60 obras literárias, além disso, foi adaptada para diversas peças teatrais, protagonizou 15 filmes, obteve cinco séries de TV e inúmeros programas de rádio na Europa. Conquistando adeptos desde o final do século XIX, Holmes ainda continua conquistando todas as gerações. Merecidamente, “Elementar, meu caro Watson”, Sherlock Holmes não poderia deixar de ser homenageado no Eu Fã. Fizemos um breve histórico sobre essa renomada obra.

Origens e características

Criado pelo escocês, médico e escritor Sir Arthur Conan Doyle, Sherlock Holmes apareceu pela primeira vez no romance “Um estudo em Vermelho”, publicado em Novembro de 1887 do século XIX, pela revista Beeton’s Christmas Annual. O sucesso foi tão grande que depois foi veiculado em outras revistas, vendendo assim muitas tiragens.

Conan Doyle teria afirmado na época, que se inspirou para criar Holmes, em Joseph Bell, que era o professor de diagnóstico da Universidade de Edimburgo, pois Doyle se impressionava com o talento desse doutor em observação e dedução. Bell não era reconhecido pelas suas capacidades intelectuais apenas no meio acadêmico, dado que fora dele também formulava hipóteses (em sua maioria exata) em relação ao caráter e comportamento de seus pacientes.

Sherlock Holmes possuía habilidades para desvendar crimes insolúveis, até mesmo, para a Scotland Yard (que era a sede central do quartel general da Polícia Metropolitana de Londres) transformando assim seu nome em sinônimo de detetive.

Não é necessário viver na Inglaterra para conhecer o lar de Sherlock Holmes. Já que o 221B Baker Street é um dos endereços mais famosos de Londres. Esse local abriga atualmente um museu com o nome do personagem.

Sherlock Holmes foi retratado fisicamente como um homem magro, alto e de nariz fino. Ele é muito racional e pouco sentimental. Possui capacidades inumanas, como ficar dias sem dormir, quando está investigando um caso. No entanto, quando não está envolvido em investigação cai na depressão, ficando na cama durante muito tempo, usando drogas (principalmente cocaína, que na época não era proibida) e sempre fumando cachimbo.

Holmes apresenta alguns hábitos peculiares, como a prática de artes marciais como boxe, esgrima de armas brancas e de bengala. Ele possui também um vasto conhecimento sobre diversos assuntos, sendo capaz de deduzir crimes complexos em instantes.

O detetive mais famoso do mundo também não trabalha sozinho, ele tem seu fiel escudeiro, o Dr. Watson. Ao lado de Watson, além de desvendar enigmas, precisam ainda enfrentar seu grande inimigo, também dotado de extraordinárias faculdades intelectuais, o professor Moriarty.

Curiosidades

  •  A famosa frase: “Elementar, meu caro Watson”, não é fruto original da obra de Doyle, ela foi criada no teatro.
  • Sherlock tem um irmão mais velho, Mycroft, que trabalha para o governo britânico e, segundo o próprio Holmes, o irmão possui senso de dedução e observação muitas vezes superior ao seu.
  • Sherlock também apareceu nos quadrinhos. Teve sua própria tira diária em um jornal inglês na década de 50 do século XX, e uma edição da sua própria revista em quadrinhos, lançada em setembro de 1975, pela DC Comics. Além disto, Holmes já apareceu como personagem na primeira história da Liga Extraordinária, de Alan Moore, e na edição #11 de Planetary, de Warren Ellis. Fez também um pequeno “crossover” com o Batman, na edição de aniversário de 50 anos da DC.

ZZ7ECD5BFF

  • O detetive também possui habilidade com o violino, citado na obra “A Pedra Mazarino”. A pedido de Watson, ele tocaria algum dos lieder de Mendelssohn, bem como criaria peças extemporâneas.

Obras literárias

Romances

  • Um estudo em vermelho – romance publicado em 1887.
  • O signo dos quatro – romance publicado em 1890.
  • O Cão dos Baskervilles – romance publicado em 1901.
  • O vale do terror – romance publicado em 1915.

Contos

• As Aventuras de Sherlock Holmes (série de 12 contos publicada em 1892)
• Memórias de Sherlock Holmes (série de 11 contos publicada em 1894).
• O Retorno de Sherlock Holmes (série de 13 contos publicada em 1905)
• O último adeus de Sherlock Holmes (série de 8 contos publicada em 1917).
• Os Arquivos de Sherlock Holmes (série de 12 contos publicada em 1927).

TV,  Cinema e Série

 

As histórias de Sherlock Holmes foram adaptadas em diversos meios. Foram 15 filmes, destes podemos citar os mais recentes: Sherlock Holmes (filme de 2009), e sua continuação, Sherlock Holmes: A Game of Shadows, ambos do diretor inglês Guy Ritchie, além do filme Mr. Holmes (2015).

Na TV o detetive protagonizou cinco séries, indicamos a série britânica Sherlock (2010) que retrata Holmes nos dias atuais, e também a série americana Elementary, que se passa em Nova York.

Jogos

maxresdefault

Recentemente foram lançados dois jogos sobre ele também: Sherlock Holmes: Crimes and Punishment e Sherlock Holmes, The Devil’s Daughter.

Pâmella

Curiosa demais, não é à toa que virou jornalista. Ama livros, filmes, séries e sabe que “o inverno está chegando”.

Últimos posts por Pâmella (exibir todos)

Pâmella

Curiosa demais, não é à toa que virou jornalista. Ama livros, filmes, séries e sabe que “o inverno está chegando”.