Origem do cinema

A indústria cinematográfica é uma das artes que mais fazem sucesso entre o público, e cada ano vem crescendo. Para muitos, o cinema é uma maneira de esquecer os problemas, de fuga da própria realidade e de poder se encontrar entre os personagens ou dentro da história. Para outros, apenas diversão. Apesar de ser uma indústria antiga, muitos não sabem como surgiu e quem foram os responsáveis pelo seu desenvolvimento.
É sempre importante para um fã saber e ter conhecimento daquilo que gosta, por isso o Eu Fã explicará como foi a origem dessa incrível arte, que encanta e emociona a gerações.

O surgimento

Se engana quem pensa que o cinema surgiu nos EUA. Muito pelo contrário, não foram os americanos e sim dois francês, os irmãos Lumière, que criaram um aparelho chamado cinematógrafo. E em 1895, aconteceu no Grand Cafe, em Paris a primeira exibição pública e paga do cinema, no qual foram exibidos dez filmes-que duravam de 40 a 50 segundos.

Filmes exibidos

Sendo que os dois mais conhecidos são “A saída dos operários da fábrica Lumière” e “A chegada do trem à estação Ciot – que pode ser considerado o primeiro filme de terror, pois o publico se assustou ao ver que o trem chegava perto deles.

Os irmãos divulgaram esses filmes ao redor do mundo. Sendo que “A saída dos operário da fábrica Lumière é considerado o primeiro audiovisual da história.

A importância de Méliès

Tudo começou a mudar quando o mágico e ilusionista, Georges Méliès – que era dono de um teatro próximo do local onde ocorreram as primeiras exibições- resolveu comprar a invenção dos irmãos Lumière para utilizar em seus espetáculos, infelizmente os irmãos recusaram a oferta, pois segundo eles, sua invenção só tinha finalidade científica, e que o mágico teria um prejuízo se gastasse o dinheiro com a máquina apenas para uso de entretenimento. Felizmente, Méliès não desistiu e acabou adquirindo uma máquina parecida na Inglaterra.
Utilizando seus conhecimentos com mágica e com o ilusionismo, Georges Méliès se torna o primeiro produtor de filmes de ficção, além de ser o criador dos primeiros efeitos especiais do cinema. Construiu o primeiro estúdio cinematográfico da Europa. Seu filme mais famoso é ” Viagem à Lua”.

 

Griffith e a consolidação da linguagem do cinema

Eu-fã-imagem

Foram nas duas primeiras décadas do século XX, o diretor estadunidense, David W. Griffith (um dos pioneiros de Hollywood), começou realizar filmes que acabaram sendo considerados os grandes responsáveis pelo desenvolvimento e a consolidação da linguagem cinematográfica, transformando-a em uma arte independente .
Griffith também foi o responsável por fazer filmes que utilizam montagens e em alguns momentos, movimentos de câmera, que foram tão bem realizados, que acabou estabelecendo os parâmetros do cinema, que até hoje são utilizados.

As duas maiores indústrias do cinema atual

Desde os primórdios, a indústria do cinema foi vista como algo lucrativo, por isso ao longo das décadas, vários estúdios foram criados. Entretanto, apenas dois países dominam esse mercado, a Índia, com Bollywood, que é o maior produtor de filmes produzidos por ano, e os Estados Unidos, que possuí a maior economia cinematográfica do mundo.

Agradecemos profundamente aos irmãos Lumiére, Georges Méliès e David W. Graffith, por terem criado e desenvolvido essa arte que é muito importante para o mundo.

Marco Lotes

Jornalista e aspirante a ator. Pothermaníaco e "dementador de livros" ele é extrovertido, amante da sétima arte e colecionador de relíquias cinematográficas.

Marco Lotes

Jornalista e aspirante a ator. Pothermaníaco e "dementador de livros" ele é extrovertido, amante da sétima arte e colecionador de relíquias cinematográficas.