Nerve: Um Jogo Sem Regras

Quase um Black Mirror se não fosse pelo final, essa com toda certeza é a definição perfeita para Nerve. Com roteiro original de Jessica Sharzer, dirigido por Ariel Schulman e Henry Joost, o longa chegou ao Brasil em 25 de Agosto de 2016. Nerve questiona fatores constantes no cotidiano cibernético da sociedade atual, partindo de jogos online até a intercomunicação nas redes sociais.

Trailer do filme

 

Jogador ou expectador?

O filme gira entorno de Vee (Emma Roberts) que descobre Nerve, um jogo em que ao cumprir determinado desafio se ganha uma quantia em dinheiro equivalente e um novo desafio ainda mais recomendatório, contudo ele é controlado por hackers que acompanham todos os passos do usuário. Ao entrar no jogo Vee conhece Ian (Dave Franco), um simpático rapaz que também participa do Nerve. Com muito dinheiro e emoção a flor da pele, o casal atravessa a cidade presenciando e realizando os mais insanos desafios.

 

As luzes nos acompanham

Entrando na fotografia do filme, perdemos parcialmente a noção de tempo, pois a estilização aplicada em seus cenários e no filtro das câmeras remete aos feitos de iluminação dos anos 70’s e 80’s. A velocidade das cenas cria detalhes visuais de iluminação que componha perfeitamente o tema do longa.

 

Esperando mais

O longa em geral pode ser considerado divertido. Pois, apesar de uma fotografia criativa, o roteiro parece se desfazer com o decorrer da trama e, por fim, não se encaixa na critica proposta no inicio do filme. Com a evolução dos personagens esperamos que os desafios façam com que se arrependam de entrar no jogo, mas essa ideia é posta como uma reviravolta que nesse momento já podemos esquecer do enredo.

 

Felipe Amaral

Aspirante a game design, adepto ao culto lovecraftiano, amante de livros, games, cinema e HQ’s. Guarda uma cópia autografada do Necronomicon na estante.

Últimos posts por Felipe Amaral (exibir todos)

Felipe Amaral

Aspirante a game design, adepto ao culto lovecraftiano, amante de livros, games, cinema e HQ’s. Guarda uma cópia autografada do Necronomicon na estante.