Kubo e as Cordas Mágicas: a emocionante animação que concorre ao Oscar

“Se for piscar, pisque agora”, uma frase simples, porém enigmática no começo da trama nos envolve em uma animação fantástica. Esta que é um verdadeiro deleite aos olhos. Ao começar que essa animação é feita em stop-motion que impressiona por tamanha perfeição. Devido aos fatores técnicos, o conjunto da obra foi muito bem avaliado e merecidamente foi indicado para duas categorias do Oscar 2017: melhor animação e melhores efeitos visuais, concorrendo com outras animações e filmes que possuem condições técnicas de disputar no mesmo nível.

Trailer:

 

Kubo e as Cordas Mágicas foi dirigido por Travis Knight, do estúdio Laika. Essa animação pode encantar tanto o público infantil como o adulto, porém, o estúdio Laika apostou em tons mais sombrios, sendo divergente as animações mais populares da atualidade.

A animação não encanta apenas nos quesitos visuais, o roteiro foi muito bem elaborado. A construção da história, foi bem explorada, surpreende e não deixa nem um ponto sem nó. A trilha sonora e a mixagem de som também foram elementos que harmonizaram a história. Apesar de não conter uma música original, “Kubo e as Cordas Mágicas” fez uma adaptação a música “While My Guitar Gently Weeps” do The Beatles. Essa canção resume em poucas palavras o sentimento que a história transmite.

A animação com muitas referências a cultura oriental, se passa no Japão, e é protagonizada por um menino, o Kubo, que tem um conflito familiar muito intenso, no qual a magia é hereditária. Fruto de uma união entre um samurai e uma mulher imortal do reino do Céu, Kubo precisa se esconder para não ser encontrado. Mas, essa animação não foge da jornada de herói, e o personagem precisa amadurecer e fazer o seu destino.

Além de Kubo, outros personagens se destacam como a mãe dele, uma macaca protetora, um homem em corpo de um besouro, um guerreiro feito de origami, o Rei da Lua, suas tias gêmeas e a população do pequeno povoado que também tem um momento marcante em cena.

Você pode esperar:

  • Muita aventura;
  • Uma lição de vida;
  • Criaturas cativantes;
  • Técnicas visuais que impressionam;
  • Trilha Sonora que harmoniza com a cena.

 

Pâmella

Curiosa demais, não é à toa que virou jornalista. Ama livros, filmes, séries e sabe que “o inverno está chegando”.

Pâmella

Curiosa demais, não é à toa que virou jornalista. Ama livros, filmes, séries e sabe que “o inverno está chegando”.