A importância de 13 Reasons Why

A adolescência pode ser considerada uma da etapas mais difíceis de uma pessoa. Nela, devemos decidir o rumo que queremos em nossas vidas, mesmo não estando preparados para tal decisão. Além do mais, muitos passam por situações traumáticas, algumas vezes levando jovens a ter depressão, entre outros problemas psicológicos, ocasionando até mesmo suicídio.

Várias séries já foram criadas sobre adolescência – a mais famosa é Skins. Entretanto, nenhuma chocou tanto como 13 Reasons Why, a nova série original da Netflix.

Baseado no livro de Jay Asher. A série tem como produtora executiva, a atriz e cantora Selena Gomez, que já passou por situações complicadas no início de sua carreira.

Abordando temas como suicídio, depressão, sexualidade, bullying e estupro, a série se tornou referência por ser bastante realista e fazer com que vejamos as consequências de brincadeiras e zoações.

Trailer:

 

Cada personagem apresentado mostra características que descrevem muitos jovens de hoje, o bad boy, a falsa, o idiota, o sentimental, o homossexual, entre outros. Todos esses são responsáveis pelo suicídio da personagem principal, mesmo que não estejam envolvidos diretamente.

Durante os 13 episódios somos apresentados aos treze motivos que ocasionaram o suicídio de Hanna (uma das protagonistas) e qual a responsabilidade de cada personagem sobre o ocorrido.

Mas, o que a série tem tão marcante? Simples. Ela mostra como são a vida dos jovens, o que passa dentro da cabeça de cada indivíduo, mostrando os conflitos internos e externos. O que é de extrema importância, pois com esses conflitos, muitos acabam tendo depressão ou tomando decisões mais drásticas, como o suicídio.

Muitos estão criticando-a por acharem que estão incentivando o suicídio, por mostrar que não existe cura para a depressão, apenas a morte. Entretanto, esses argumentos estão equivocados, pois é errado julgamos a atitude de um indivíduo sem saber o que passa na vida dele e que talvez isso o levasse a cometer um ato de desespero. Talvez, os acontecimentos que levaram Hanna a cometer o ato, podem até parecer bobo para alguns espectadores. Entretanto, cada pessoa é diferente e Hanna não aguentou, fazendo com que ela ache que a melhor solução é tirar a própria vida.

Apesar disso, sabemos que existem várias maneiras de tratar esse assunto, seja procurando ajuda de um especialista -infelizmente, muitos têm vergonha de assumir sua condição e por isso a dica é, não tenha vergonha, isso não é fraqueza. O primeiro estágio para melhorar é aceitar e procurar ajuda.

A série se destacou também, pois graças a ela, subiu o número de procura para ajudar nesses problemas. Vale a pena assistir e curti 13 Reasons Why. E se você sofre de depressão ou tem alguns desses distúrbios, procure ajuda. Não se importe com que os outros dirão, o importante é você e não é vergonha nenhuma procurar por ajuda.

 

Marco Lotes

Jornalista e aspirante a ator. Pothermaníaco e "dementador de livros" ele é extrovertido, amante da sétima arte e colecionador de relíquias cinematográficas.

Marco Lotes

Jornalista e aspirante a ator. Pothermaníaco e “dementador de livros” ele é extrovertido, amante da sétima arte e colecionador de relíquias cinematográficas.