Como fazer um bom roteiro?

Se você pretende criar um curta-metragem, um longa, histórias em quadrinhos, vlogs, até mesmo escrever um livro, tenha em mente que você precisa planejar. Tirar as ideias da cabeça e colocá-las no papel para ter uma base sólida para a sua produção. Como fazer isso? Para começo de conversa você precisa se familiarizar com o roteiro. Ele será o alicerce nesse processo. Separamos algumas dicas para que você possa criar um bom script.

>> Publicidade - O post ainda não acabou. <<

Primeiro Passo: Tenha uma ideia

pre-roteiro

As ideias valem ouro, por isso anote-as! Parece óbvio essa dica, no entanto, muitas boas ideias foram perdidas devido a falta de desenvolvimento. Tenha um caderno de cabeceira.  O leve para qualquer lugar, e assim que a ideia surgir você saberá o que fazer. Pense em seguida as possibilidades que aquilo poderia gerar. Seja criativo, mas também seja realista, mas não deixe que as dificuldades impeçam que você possa adaptar a sua ideia.

Segundo Passo: Determinar uma Story Line

Você já tem a ideia, agora precisa escrever um resumo sobre a sua produção, com principio, meio e fim. Responda as perguntas chaves: Quem, como, quando, o que e porquê.

Terceiro Passo: Criar um Argumento (a Sinopse)

4ce4b5ea45e3bbc2739c578554669d03

Nessa etapa você precisa criar os personagens e os lugares. Ou seja, detalhar mesmo, para não deixar ponto sem nó em tudo aquilo que você começou na etapa anterior. Pensando ainda, como você pode convencer os outros que sua ideia é realmente boa em forma de uma sinopse atrativa. Você pode utilizar o seu caderninho de ideias, o word, ou aplicativos e ferramentas de anotações, como o trello, por exemplo. Esse aplicativo é uma ferramenta de compartilhamento de ideias de forma organizada, no qual você pode até incluir amigos para o auxiliar nas etapas de sua criação.

Quarto Passo: Elaborar o Pré-Roteiro (ou Roteiro Literário)

Comece a definir os diálogos e o modo de escrita.  Leia bastante, encontre referências e deixe o seu toque pessoal de modo criativo e original. Nessa etapa você precisa inserir as cenas, as ações, o cenário, enfim toda a parte técnica que será desenvolvida.

Quinto Passo: Roteiro Técnico

Essa é a parte que você precisa pensar na decupagem, no enquadramento da câmera, no tempo de produção (no caso de roteiro audiovisual). Ou definir os capítulos do livro, as artes que entrarão na HQ, os áudios que serão inseridos no podcast, adaptar o roteiro literário para o seu produto que você já determinou nas primeiras etapas desse projeto. O roteiro técnico também é chamado de roteiro final, pois agora é a hora de produzir, pois o guia já está pronto.

Depois do roteiro terá a produção e a edição do material que é assunto para outros posts. Precisamos também saber formatar o script, então confira a dica:

Formatação básica:

Roteiro5

Em termos gerais, o roteiro pode ser basicamente dividido em quatro partes: Cabeçalho de Cena, Ação, Diálogos e Transições.

– No cabeçalho você definirá o tipo de Localidade: INT. (Interior) ou EXT. (Exterior).  Isso servirá para determinar a logística e os locais de filmagem. Muitos escritores numeram as suas cenas. A numeração aparece antes e depois do cabeçalho: 1 EXT. CASA DA ANA – DIA 1. Coloque também o lugar e o período (dia ou noite).
– Na Rúbrica você descreverá os lugares, o clima, os personagens.
– Na parte do diálogo você preencherá com as falas dos personagens.
– O tipo de papel utilizado é o carta (letter) de 21,59cm x 27,94cm.
– A capa não é numerada e nem conta como uma folha no script. Ela deve conter o nome da obra e do autor centralizados na página. Na última linha deve conter o copyright e o contato.
– A fonte recomendada é a Courier New tamanho 12. A numeração da página deve ser feita na parte superior direita.

Anote as dicas

5.1 Margens- Margens superior e inferior.

2,5cm- Margem da esquerda – 3,8cm- Margem da direita.

2,5cm- Cabeçalhos de Cena – 3,8cm- Ação – esquerda 3,8cm.

Personagem – 9,4cm- Parenthetical – esquerda 7,8cm, direita 7,4cm.

Diálogo – esquerda 6,5cm – direita 6,5cm (justificado para a esquerda).

Transição – Alinhamento justificado para a direita (exceto FADE IN, que tem margem de 3,8cm na esquerda, a mesma da ação)

5.2 Espaçamento Simples (Nenhuma linha de espaço, apertar uma vez a tecla Enter).

Essas são apenas informações básicas para que você comece a utilizar o roteiro como seu guia de produção. Se você gostou do post, comente e compartilhe com seus amigos.

Pâmella

Curiosa demais, não é à toa que virou jornalista. Ama livros, filmes, séries e sabe que “o inverno está chegando”.

Pâmella

Curiosa demais, não é à toa que virou jornalista. Ama livros, filmes, séries e sabe que “o inverno está chegando”.