Clichês de filmes de terror

Essa semana estreia “Invocação do Mal 2”, continuação do sucesso “Invocação do Mal” lançado em 2013. Baseados em fatos reais e nos relatos do casal Warren – que são famosos investigadores paranormais. Apesar de ser recheado de clichês, o longa conseguiu deixar o público agonizado, algo que poucos filmes deste gênero consegue hoje em dia. E para causar algum tipo de reação no espectador, são utilizadas algumas situações. E pensando nisso o Eu Fã selecionou alguns clichês mais utilizados para causar medo.

Trailer de Invocação do Mal 2

1 – Gravação Amadora

É uma técnica utilizada para que o espectador se sinta como um dos personagens, fazendo com que sintam afeto e sintam o que o personagem está sentido. Um dos maiores exemplos é o filme “A Bruxa de Blair“, de 1997.

63fc875f42c921ab5343fcbf76da2086311a8dd8_900be8b5c557ef74f4bddd5d7c824705de1d4273

2 – Espelho do banheiro

Um dos clichês mais usados. Neste caso, o protagonista está no banheiro e olha seu reflexo no espelho do armário, lá o personagem abre o armário para pegar algo e ao fechar vê a imagem de de uma pessoa.

3 – O carro que nunca pega

Muito usado em filmes onde os protagonistas são adolescentes que viajam para uma cabana no meio da floresta. Isso acontece no clímax do filme, no qual os jovens entram no carro para fugir do assassino, mas ao tentar liga-lo, simplesmente o motor falha. Ou em alguns casos, o assassino está no banco traseiro do veículo e mata o motorista.

4 – Indo em direção à morte, ao tentar verificar um barulho estranho

Esse caso talvez seja o mais comum em filmes desse gênero, ouvir um barulho estranho na casa quando está sozinho e sair procurando de onde está vindo, indo em direção a sua morte, já que não maioria das vezes o personagem acaba sendo assassinado.

5 – Músicas de suspense

 Quem não fica agoniado ao ouvir aqueles sons estridentes em filmes de terror? Esse também é um método bastante utilizado. Colocar aquela música que faz o público se arrepiar e muitas vezes são utilizados no clímax, como foi o caso do filme “Psicose“, de 1960. Tanto que a cena, como a música se tornaram famosas, que até hoje é uma referência neste quesito.

Janet Leigh in Psycho

Então agora vocês já sabem o que esperar ao ver algumas dessas situações nos longas de terror! Estejam preparados.

Marco Lotes

Jornalista e aspirante a ator. Pothermaníaco e "dementador de livros" ele é extrovertido, amante da sétima arte e colecionador de relíquias cinematográficas.

Marco Lotes

Jornalista e aspirante a ator. Pothermaníaco e “dementador de livros” ele é extrovertido, amante da sétima arte e colecionador de relíquias cinematográficas.