Logan – Review

Alguns atores são marcados por determinados personagens. Esse foi o caso de Hugh Jackman, que no ano de 2000 assumiu o manto do herói mais popular da franquia X-Men, o Wolverine. E ao longo de 17 anos, o personagem foi o que teve o maior destaque, inclusive conquistou três filmes solo.

Acabando com a maldição do terceiro filme

Como todos sabem, existe uma pequena maldição sobre o terceiro filme ser ruim. Felizmente, Logan foge a exceção, já que o terceiro filme é magnífico e pode ser considerado um dos melhores filmes de super-heróis. Com ótimas críticas e um enorme sucesso de bilheteria, essa foi uma excelente despedida do ator ao seu personagem.

Sobre o filme

O longa tem uma história interessante, ótimas cenas de ação, uma trilha sonora muito bem conduzida, uma direção inspirada e bastante sangue. A fotografia também é impecável. E o final nos emociona.

 

Atuações e novos personagens

Obviamente as atuações são ótimas, principalmente dos protagonistas. Hugh Jackman está maravilhoso como Wolverine, pois o ator pegou toda a essência daquele personagem e transportou para a tela, fazendo com o público gostasse ainda mais. Já Patrick Stewart também está magnífico e faz uma despedida digna de seu personagem. A grande destaque do filme vai para a estreante Dafne Keen, que interpretou magnificamente a X-23.

Conclusões finais

Logan é um dos melhores filmes de super – heróis já feitos e sua classificação para maiores de 16 anos, favoreceu ainda mais, pois pela primeira vez mostrou o verdadeiro Wolverine. E com uma excelente direção, o longa se torna ótimo e nos emociona com a despedida digna do personagem.

 

Marco Lotes

Jornalista e aspirante a ator. Pothermaníaco e "dementador de livros" ele é extrovertido, amante da sétima arte e colecionador de relíquias cinematográficas.

Marco Lotes

Jornalista e aspirante a ator. Pothermaníaco e “dementador de livros” ele é extrovertido, amante da sétima arte e colecionador de relíquias cinematográficas.